O projeto Mediar e Resolver faz parte do banco de práticas INNOVARE

 

 

A plataforma criada pelo curso de direito faz parte do banco de práticas  do Instituto  Innovare de 2020.

O 'Mediar e Resolver' foi criado a partir de um projeto de pesquisa e extensão sobre start up como meio de solução de conflitos. Com a participação de onze alunos entre o quarto e o sexto semestre, toda a estrutura foi criada sem o auxílio dos técnicos de informática e apresentou um resultado incrível.

O objetivo da plataforma é atender, através de um chat online, demandas voltadas às áreas cível, trabalhista e do consumo. Está em prática há menos de um ano e atuou em ação social gratuita para solução de conflitos de vizinhança em meio a pandemia juntamente com a AMAR-DF com bastante resultado inclusive fora do Distrito Federal. “Oferece conforto e segurança para que cada indivíduo possa solucionar os seus conflitos na sua própria residência", explica Analice Cabral Costa Andrade, professora de Direito e coordenadora do projeto.

O projeto encontra-se em funcionamento por meio de chat com o envio de fotos e documentos facilitando as tratativas de acordo. Os interessados poderão acessá-lo por meio do mediaresolver.com.br, de computador, tablets e celulares, com linguagem simples e acessível. 

A plataforma se inscreveu no prêmio Innovare de 2020, tendo recebido certificado de agradecimento de participação e passando a constar no manual de práticas edição XVII – 2020 no link: https://www.premioinnovare.com.br/pratica/13819/print.

* A foto da discrição foi tirada antes da pandemia